Talibã recupera cidade paquistanesa e batalha se intensifica

REUTERS

ISLAMABAD - Militantes do Talibã atacaram forças paquistanesas e retomaram nesta terça-feira uma cidade estratégica, segundo as autoridades. As forças do governo haviam capturado a pequena localidade de Koktai, origem do dirigente militante Hakimullah Mehsud, em combates na noite de segunda-feira, mas os militantes reagiram na terça-feira, segundo o relato oficial.

A luta pelo controle da turbulenta região do Waziristão do Sul é um importante teste para a capacidade do governo de enfrentar a insurgência, responsável por uma série de atentados recentes em várias partes do Paquistão.

Nesta terça-feira, dois ataques suicidas na Universidade Islâmica de Islamabad mataram seis pessoas e feriram pelo menos 20, disseram autoridades.

O remoto e montanhoso Waziristão é um dos centros globais da militância islâmica, e a ofensiva está sendo atentamente acompanhada pelos EUA e por outros países envolvidos militarmente na guerra do vizinho Afeganistão.

Uma fonte oficial de inteligência na região disse à Reuters que sete militares, inclusive um major, e vários militantes morreram nos combates.

Outra fonte informou que caças bombardearam posições do Talibã em Koktai e arredores, depois do contra-ataque dos militantes.

Koktai, cidade-natal também de Qari Hussain Mehsud, considerado o 'mentor dos homens-bomba' do Talibã paquistanês, é estrategicamente importante como acesso ao reduto militante de Sararogha.