Piratas somalis capturam navio chinês no Oceano Índico

REUTERS

MOGADÍSCIO - Piratas somalis foram os responsáveis pelo sequestro de um navio chinês com 25 tripulantes a bordo capturado no Oceano Índico nesta segunda-feira, disse um integrante da quadrilha.

- Nós capturamos um navio chinês que transporta combustível - disse Hassan à Reuters por telefone desde Haradheere, um reduto de piratas ao norte da capital da Somália, Mogadíscio.

- Meus amigos trarão o navio para Haradheere ou Hobyo. Ainda não decidimos, mas está indo em direção a essa área.

Uma força-tarefa da União Europeia contra os piratas disse anteriormente que o navio estava 550 milhas náuticas a nordeste das Ilhas Seicheles e a 700 milhas náuticas da costa leste da Somália.

O porta-voz da força naval em Bruxelas, John Harbour, afirmou que um avião de patrulha marítima da União Europeia localizara o navio.

Harbour acrescentou que "o avião avistou pelo menos quatro piratas no convés e o navio estava rebocando dois botes."

Bandos de piratas somalis têm atrapalhado o tráfego marítimo entre a Europa e Ásia neste ano, apesar da patrulha de navios estrangeiros na região, e recebido milhões de dólares em pagamentos de resgates.