Chefe de guarda do Irã alerta Ocidente sobre retaliação a ataque

REUTERS

TEERÃ - O chefe da Guarda Revolucionária do Irã disse nesta segunda-feira que um grupo de rebeldes sunitas responsabilizado por um ataque à força de elite tem ligações com as inteligências de Estados Unidos, Grã-Bretanha e Paquistão, informou uma agência de notícias iraniana.

O general Mohammad Ali Jafari acrescentou: 'Nos bastidores estão os aparatos de inteligência norte-americano e britânico e terá de haver medidas retaliatórias para puní-los'.