EUA negam envolvimento e condenam o ataque

Jornal do Brasil

RIO - Os Estados Unidos condenaram neste domingo o ataque suicida que matou seis comandantes de alto escalão da Guarda Revolucionária iraniana e negaram envolvimento com o atentado.

Condenamos esse ato de terrorismo e lamentamos a perda de vidas inocentes. As informações de suposto envolvimento dos Estados Unidos são completamente falsas disse o porta-voz do Departamento de Estado norte-americano Ian Kelly, em breve declaração.

Mas a Guarda Revolucionária apontou para elementos estrangeiros ligados aos Estados Unidos de estarem envolvidos no atentado. O governo iraniano costuma acusar os EUA de apoiarem o Jundollah grupo que assumiu a autoria do ataque de ontem para supostamente criar instabilidade no país, alegação negada por Washington.

A TV estatal iraniana também fez acusações e pôs a culpa na Grã-Bretanha, outro tradicional inimigo do Irã.