Rebeldes somalis dão fuzil AK-47 a melhor recitador do Alcorão

REUTERS

KISMAYU, SOMÁLIA - Um adolescente de 17 anos, vencedor de um recital do Alcorão e de uma competição de conhecimentos gerais organizada por rebeldes Al Shabaab no sul da Somália, ganhou um fuzil AK-47, duas granadas de mão, um computador e uma mina anti-tanque como prêmios.

O vice-campeão da competição, que durou um mês e com pessoas de 10 a 25 anos, foi um homem de 22 anos, que recebeu um AK-47 e munição durante a cerimônia, onde os rebeldes pediram aos pais que permitam que crianças saibam como lidar com armas para lutar contra um inimigo.

O conflito na Somália, que já dura 18 anos, agora opõe rebeldes islâmicos Al Shabaab e Hizbul contra o governo do presidente Xeque Sharif Ahmed, apoiado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

O Al Shabaab, visto pelos Estados Unidos como substituto da Al Qaeda, controla maior parte do Sul e do Centro da Somália e também busca crianças no Quênia para radicalização e recrutamento para o grupo.