Juiz não oficializa casamento inter-racial nos EUA

Jornal do Brasil

LOUISIANA - Um juiz de paz da Louisiana, nos Estados unidos, se negou a unir um casal inter-racial, segundo publicaram sexta-feira agências de notícias internacionais. Keith Bardwell, de Tangipahoa Parish, disse que tomou a decisão em benefício dos filhos que o casal poderia ter, pois, segundo sua experiência teria demonstrado, as uniões entre casais inter-raciais não duram.

Não sou racista. Só não acredito na mistura de raças desta maneira. Tenho muitos amigos negros. Eles frequentam minha casa, usam meu banheiro. Trato-os como todos os demais afirmou Bardwell.

O juiz disse ainda que já discutiu o assunto com negros e brancos e que chegou à conclusão de que a maioria da sociedade não aceita facilmente os filhos desses casamentos.

Há um problema com ambos os grupos para aceitar uma criança de tal união. Acredito que são as crianças que sofrem e não quero contribuir para isso disse.

O juiz acredita ter se negado a oficializar a união de aproximadamente quatro casais nos dois últimos anos. O casal Beth Humphrey, 30 anos, e Terence McKay, 32 anos, estuda apresentar uma queixa por discriminação à Justiça americana.