Pelo menos 26 morrem em ataques dos talibãs no Paquistão

REUTERS

ISLAMABAD - Uma série de ataques dos rebeldes talibãs contra prédios da polícia paquistanesa deixou pelo menos 26 mortos na província de Lahore. Segundo as autoridades, entre os mortos há 14 policiais e nove rebeldes.

As ações começaram por volta da 1h (de Brasília), quando um grupo atacou o escritório de investigação federal. Três funcionários, dois policiais e quatro terroristas morreram.

Ao mesmo tempo, os talibãs atacaram a academia de cadetes de Manawan, matando seis policiais. Cinco insurgentes também morreram.

Em Bedian, oito rebeldes invadiram outro prédio da polícia e mataram seis pessoas.

O primeiro-ministro do Paquistão, Yousef Raza Guilani, condenou os atentados.