Bento XVI assistirá concerto contra conflitos mundiais

Agência ANSA

ROMA - O papa Bento XVI assistirá a um concerto no próximo dia 8 que visa incentivar diálogos e reconciliações para impedir que novos conflitos surjam nos parâmetros da Segunda Guerra Mundial.

A iniciativa é promovida pelo Pontíficio Conselho para a Unidade Cristã, pela comissão vaticana para diálogo com o judaismo e pela Embaixada alemã junto à Santa Sé.

De acordo com o presidente do Pontifício Conselho para a Unidade dos Cristãos, cardeal Walter Kasper, o Vaticano quer "sensibilizar não só a geração que viveu os horrorres, mas também os jovens e todos que querem aprender com os ensinamentos do passado para criar um mundo melhor".

Durante o concerto, serão executadas composições do austríaco Gustav Mahler e a quarta sinfonia do alemão Feliz Mendelssohn, acompanhadas por leituras de textos de Johann Wolfgang von Goethe, Heinrich Heine e Bertolt Brecht por parte do ator alemão Klaus Maria Brandauer.

Quem tocará as canções será a orquestra alemã InterRegionales Jugend-Sinfonieorchester (IRO), composta por jovens de 15 nações e dirigida por Jochem Hochsten Bach e Wolfgang Gonnenwein.

- Para sanar estas e outras feridas, a Igreja Católica se tornou uma das principais promotoras em todo o mundo da reconciliação. Este empenho constitui o plano de fundo do concerto - destacou Kasper, referindo-se à Segunda Guerra Mundial.