Sobe para 75 número de mortos em terremoto na Indonésia

REUTERS

JACARTA - Chega a 75 o número de mortos no terremoto que atingiu a ilha de Sumatra, na Indonésia, nesta quarta-feira. As vítimas devem aumentar, uma vez que ainda há milhares de soterrados nos prédios que desabaram. O terremoto de magnitude 7,6 foi mais sentido nos arredores da cidade de Padang, no litoral da ilha indonésia de Sumatra, destruindo casas e pontes e provocando incêndios, segundo uma testemunha.

O tremor também foi sentido em toda a região, e alguns edifícios comerciais altos de Cingapura, 440 quilômetros a nordeste, foram desocupados.

O Centro de Alerta para Tsunamis do Pacífico cancelou um alerta que havia sido emitido para a região. O Japão disse não prever um maremoto em seu litoral.

- Centenas de casas foram danificadas ao longo da rua. Há alguns incêndios, pontes estão cortadas e há um pânico extremo aqui, talvez porque os canos d'água foram rompidos e há inundação nas ruas - disse um morador.As linhas telefônicas também foram interrompidas.

Padang, capital da província indonésia de Sumatra Ocidental, fica sobre uma das falhas geológicas mais ativas do mundo, parte do chamado 'Anel de Fogo do Pacífico'.

Em 2004, um terremoto de magnitude 9,15, com epicentro a cerca de 600 quilômetros a noroeste de Padang, provocou o tsunami que matou 232 mil pessoas em 11 países banhados pelo oceano Índico.

O foco do terremoto desta quarta-feira estava a 85 quilômetros de profundidade, segundo o Serviço Geológico dos EUA, que inicialmente apontou uma magnitude de 7,9, depois revista para 7,6.

Horas antes, vários tsunamis causados por outro terremoto atingiram o arquipélago de Samoa, no Pacífico, matando possivelmente mais de 100 pessoas, destruindo aldeias e ferindo centenas.