Zelaya pode ficar na embaixada por tempo indeterminado, diz Lula

REUTERS

TEGUCIGALPA - O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, pode permanecer na embaixada brasileira na capital hondurenha, Tegucigalpa, o tempo que achar necessário, disse o presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta sexta-feira.

Zelaya, que foi deposto em 28 de junho, retornou ao país na segunda-feira e se abrigou na embaixada para evitar sua prisão, enquanto pede por sua volta ao poder.

Lula conversou com repórteres após a cúpula do G20 de nações ricas e em desenvolvimento, em Pittsburgh, nos EUA.