Presidente deposto de Honduras acampa na fronteira com a Nicarágua

REUTERS

TEGUCIGALPA - O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, montou acampamento no posto de Las Manos, na fronteira do país com a Nicarágua, com o objetivo de intensificar a pressão sobre o governo interino, que não permite a sua volta. Através de um megafone, Zelaya anunciou aos seus simpatizantes que vai montar um acampamento em Las Manos e distribuirá comida a quem o acompanhar. - Vamos esperar aqui os outros companheiros que vierem - disse Zelaya, dando a entender que não tem planos de deixar o local.

Zelaya também agradeceu ao presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, pela recepção e repetiu que 'Deus o acompanha na operação de volta', provocando entre os seus simpatizantes gritos de "Zelaya, aguente, que o povo se levanta".