Hillary Clinton espera ver uma mulher como presidente dos EUA

REUTERS

WASHINGTON - Aspirante fracassada à presidência norte-americana, Hillary Clinton disse neste domingo esperar ver uma mulher presidente dos Estados Unidos, mas descartou a possibilidade de se candidatar novamente.

Atual secretária de Estado do seu antigo rival, o presidente Barack Obama, Hillary disse ser um desafio "intimidador" para uma mulher a corrida presidencial.

- A mulher certa precisará assumir a tarefa para conquistar os votos e ser eleita. Certamente espero que eu possa ver isso acontecer - afirmou em entrevista ao programa "Meet the Press", da rede de televisão NBC.

Quando perguntada se concorreria novamente ao cargo, Hillary disse:

- Não tenho absolutamente nenhuma crença de que isso poderá acontecer.

Hillary se recusou a comentar as perspectivas presidenciais da governadora do Alasca, Sarah Palin, que foi candidata à vice na chapa republicana liderada pelo senador John McCain, na eleição do ano passado.

Perguntada se acredita que Palin teria os atributos certos para ser presidente, Hillary respondeu: "Isto quem decide são os eleitores". Ela acrescentou que organizar uma campanha eleitoral foi um risco perigoso.

- Vou deixar isso por aqui - disse. - Realmente quero ver uma mulher eleita. Espero que seja uma mulher democrata e que represente o tipo de abordagem que eu apoie.