Manuel Zelaya retorna a território hondurenho

Agência ANSA

MANAGUÁ - O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, cruzou a fronteira e retornou a seu país, onde agora tentará negociar com oficiais das Forças Armadas que estão no local sua passagem.

O mandatário ingressou em território hondurenho por meio da cidade de Las Manos, na Nicarágua, a 250 quilômetros de Manágua, de onde partiu ontem. Ele foi destituído em um golpe de Estado no dia 28 de junho.

Pouco antes de cruzar a fronteira, ele disse que não tinha medo de ser detido, como haviam prometido a Justiça e o presidente de facto do país, Roberto Micheletti. "Tenho o direito de buscar minha casa e minha família, e de cumprir meu mandato. Esta justiça dos golpistas é nula, ninguém a aceita", ressaltou.