Três atentados matam 9, ferem 50 e atingem dois hotéis na Indonésia

Portal Terra

SÃO PAULO - Três bombas explodiram na cidade de Jacarta, capital da Indonésia, nesta sexta-feira. Duas explosões foram confirmadas em dois hoteis deixando nove mortos e 50 feridos. O terceiro incidente seria uma explosão de uma carro no norte da cidade, no entanto, não há confirmação sobre mortos, feridos, ou se o evento tem relação com as explosões anteriores.

O coronel da Polícia Fiman Bundi confirmou que quatro das vítimas fatais nos hotéis são estrangeiras, mas não citou as nacionalidades de cada uma delas. Os hotéis atacados, segundo a rede de TV Metro, são o Ritz Carlton e o Marriott.

As primeiras informações são de que os dois estabelecimentos sofreram vários danos com as explosões, ocorridas com uma diferença de aproximadamente cinco minutos entre uma e outra, segundo moradores da região.

Quatro dos mortos foram localizados no saguão do Hotel Marriott. Fontes policiais relataram que os feridos - dentre os quais estão 11 estrangeiros - foram transferidos em automóveis particulares e em ambulâncias para hospitais da região.

Segundo o Ministério de Assuntos Exteriores sul-coreano, Toh visitava a capital indonésia para preparar um evento cultural. Em declarações à rede de televisão sul-coreana YTN, a Embaixada da Coreia do Sul em Jacarta disse que havia cerca de 50 cidadãos do país hospedados no Ritz Carlton e no Marriott da capital da Indonésia.

Os dois hotéis foram isolados e vários prédios próximos a eles começaram a ser desocupados pelas autoridades, segundo testemunhas. O chefe da Polícia Nacional indonésia, Bambang Herdanso Danuri, seguiu rumo aos estabelecimentos.

Em 7 de agosto de 2003, 12 pessoas morreram num atentado perpetrado contra a filial do hotel Marriott de Jacarta. O ataque foi atribuído ao grupo Gema'a Islamiya, considerado o braço da Al-Qaeda no Sudeste Asiático.

Com agências internacionais.