Não-alinhados são vitais no combate a desafios, diz Ban

Mônica Villela Grayley, Rádio das Nações Unidas

NOVA YORK - O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que o engajamento do Movimento dos Países Não-Alinhados é fundamental para resolver problemas atuais como mudança climática e a crise econômica.

Ban fez a declaração, nesta quarta-feira, durante o encontro de cúpula do grupo no balneário de Sharm-el-Sheik, no Egito.

Guerra Fria

O movimento, que reúne mais de 100 países, foi criado durante a chamada Guerra Fria por um grupo de nações que pretendiam se manter neutras.

Segundo Ban, o compromisso dos não-alinhados com a paz ajudou a atribuir um alto valor a um mundo livre de armas de destruição em massa.

Economia Verde

Para Ban, todos os países deveriam admitir que o desarmamento ajuda ao desenvolvimento e que os dois são fundamentais à manutenção da paz.

Em seu discurso aos líderes do Movimento dos Países Não-Alinhados, Ban Ki-moon falou sobre a importância de uma economia verde e da urgência de um acordo para se iniciar a segunda fase de cumprimentos do Protocolo de Kyoto.

A cimeira do Movimento de Países Não-Alinhados termina nesta sexta-feira.