Prefeito de Caracas está em greve de fome contra presidente Chávez

Frank Jack Daniel, REUTERS

CARACAS - O prefeito de Caracas disse nesta segunda-feira estar em greve de fome há três dias para atrair atenção ao que ele chamou de meses de aborrecimento causado pelo presidente venezuelano, Hugo Chávez.

Chávez, que está no cargo há uma década, reduziu o poder de autoridades eleitas neste ano após a oposição ter conquistado Estados e cidades importantes nas eleições regionais em novembro.

Imagens de televisão mostraram o prefeito Antonio Ledezma pálido e deitado em uma cama vestindo pijamas iguais aos usados em hospitais no terceiro dia de uma greve de fome iniciada no escritório venezuelano da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Ledezma pede que uma comissão da OEA investigue o tratamento recebido por ele pelo governo de Chávez. Ele não especificou por quanto tempo permanecerá sem comer.

Vários funcionários do gabinete do prefeito também estão participando da greve de fome.