Obama: soberania e integridade da Geórgia devem ser respeitadas

Agência AFP

MOSCOU - A soberania e a integridade territorial da Geórgia "devem ser respeitadas", assegurou nesta segunda-feira o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em entrevista à imprensa no Kremlin junto com o presidente russo, Dimitri Medvedev.

- Há assuntos em que ainda discordamos - afirmou Obama depois das conversações com Medvedev.

- Por exemplo, tivemos uma franca discussão sobre a Geórgia e reiterei minha firme convicção de que a soberania e a integridade territorial da Geórgia devam ser respeitadas - acrescentou o presidente americano.

A guerra realizada pela Rússia em agosto de 2008 contra a Geórgia, aliada dos Estados Unidos, esfriou ainda mais as já tensas relações entre Washington e Moscou.

Como parte desse conflito, a Rússia reconheceu a independência unilateralmente declarada dos territórios separatistas da Ossétia do Sul e da Abkházia, na república caucásica ex-soviética.

Apesar de reconhecer a divergência russo-americana sobre as fronteiras da Georgia, Obama destacou que "ninguém tem interesse em um novo conflito militar".

- Devemos falar francamente para resolver as diferenças pacífica e construtivamente - acrescentou o presidente americano.