Obama "profundamente preocupado" com prisão do presidente de Honduras

Agência AFP

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse estar "profundamente preocupado" com a detenção de Manuel Zelaya por militares hondurenhos, e pediu a todas as partes respeitarem as "normas democráticas".