Porta-voz da autoridade eleitoral iraniana nega fraude nas eleições

Agência AFP

TEERÃ - O porta-voz do Conselho dos Guardiães da Constituição, máxima autoridade eleitoral no Irã, afirmou nesta sexta-feira que nenhuma fraude foi registrada na reeleição do presidente Mahmud Ahmadinejad, segundo a agência oficial Irna. - Podemos assegurar que não houve fraude nas eleições - declarou Abasali Kadjodai.

Dois dos candidatos derrotados, Mir Hossein Moussavi e Mehdi Karubi, continuam pedindo a anulação das eleições. - Nunca houve fraude na eleição presidencial e a última foi a mais limpa de todas - acrescentou.

- As verificações realizadas nos últimos dez dias mostram que, salvo irregularidades menores, que existem em toda a eleição, não houve irregularidades maiores - enfatizou.