Órgão de segurança dos EUA analisa falhas em dois A330

REUTERS

PARIS - Investigadores de segurança aérea dos Estados Unidos estão apurando possíveis anomalias com indicadores de velocidade e altitude em dois aviões A330 da Airbus. O Órgão Nacional para Segurança em Transportes, que está ajudando autoridades francesas a determinar se os sensores de velocidade contribuíram para o acidente com um avião A330 da Air France no dia 31 de maio, disse estar investigando também incidentes envolvendo um voo da TAM de Miami para São Paulo, em maio, e um voo da Northwest Airlines entre Hong Kong e Tóquio, na terça-feira.

As duas aeronaves tiveram perda de informações primárias de velocidade e altitude, disse o órgão em comunicado. Os dois aviões aterrissaram sem problemas.

Investigadores estão analisando informações dos gravadores de dados e também de meteorologia e dos pilotos. Representantes da Airbus não foram encontrados para comentar a informação.

Todos os 228 ocupantes do voo 447 da Air France morreram quando o avião caiu no oceano Atlântico durante voo da rota Rio de Janeiro-Paris, no dia 31 de maio. Equipes de resgate ainda não encontraram as caixas-pretas do voo. Mas investigadores franceses que lideram o inquérito disseram que dados transmitidos pela aeronave antes do acidente indicam equívoco nos dados de velocidade.

Investigadores dizem que é muito cedo para saber se estes dados indicaram a causa central do acidente. Outra hipótese a ser considerada pelos investigadores é o possível acúmulo de gelo em sensores de velocidade.