Líderes da UE pedem ao Irã que garanta a liberdade de manifestação

Agência AFP

BRUXELAS - Os líderes da União Europeia (UE) pediram nesta sexta-feira ao Irã que dê ao povo iraniano o direito de se reunir e se expressar, pouco depois que o guia supremo iraniano, o aitolá Ali Khamenei, exigiu o fim dos protestos contra a questionada reeleição do presidente Mahmud Ahmadinejad.

- O Conselho Europeu pede às autoridades iranianas que garantam o direito de reunião e expressão pacífica de todos os iranianos e se abstenham de recorrer à força contra manifestações pacíficas - assinalam os chefes de Estado e de Governo dos 27 países da União Europeia (UE), reunidos em Bruxelas.