Irã desbarata projetos de atentados no dia da eleição presidencial

Agência AFP

TEERÃ - As autoridades iranianas anunciaram ter detido membros de duas redes "terroristas" que preparavam atentados contra os centros de votação para sabotar as eleições, informou nesta quinta-feira o canal de televisão de Estado.

- Os terroristas tinham relações fortes com os estrangeiros e queriam sobotar as eleições - segundo a televisão estatal.

Os terroristas presumíveis tinham identificado 20 objetivos em Teerã, entre eles a Hosseiniyeh Esrhad, uma grande mesquita no norte da capital que se transforma em grande centro de votação durante as eleições, e onde estavam muitos jornalistas iranianos e estrangeiros para a cobertura do pleito.