EUA: Senador critica desinteresse do governo em aprovar TLC

Agência ANSA

WASHINGTON - O senador republicano Chuck Grassley declarou nesta quinta-feira que o presidente norte-americano, Barack Obama, e os deputados democratas "não estão interessados" em aprovar os Tratados de Livre Comércio com a Colômbia, Panamá e Coreia do Sul.

- Escutamos a retórica do compromisso, mas não vemos uma ação real - disse Grassley, durante um encontro com empresários em Washington.

- Teremos oportunidades significativas para abrir mercados por meio dos acordos pendentes com o Panamá, a Colômbia e a Coreia do Sul, mas tudo o que vemos são falsos alarmes por parte do governo e dos deputados democratas - sustentou o senador.

Os três tratados foram firmados durante o governo do ex-presidente republicano George W. Bush, e esperam agora a ratificação do Congresso para entrar em vigor.

No entanto, os parlamentares democratas recusam a ratificação do TLC com a Colômbia, pois segundo eles o país precisaria melhorar a situação dos direitos humanos, após a divulgação do assassinato de sindicalistas e de vínculos do governo de Álvaro Uribe com paramilitares.

Grassley, contudo, sustentou que "precisamos de uma liderança verdadeira para assegurar que os Estados Unidos permaneçam na vanguarda econômica durante as próximas décadas, mas o presidente e seus conselheiros estão desviando o tema por considerações políticas".

Obama, por sua vez, receberá Uribe na Casa Branca em 29 de junho, em um encontro que terá como tema principal o acordo firmado por ambos governos.