Polícia colombiana confisca bens de afegão acusado de lavagem

Agência ANSA

BOGOTÁ - A polícia colombiana confiscou nesta segunda-feira 67 propriedades de Samuel Gad, um afegão investigado por lavagem de dinheiro e associação com o narcotráfico.

O valor dos bens apreendidos é estimado em mais de US$ 30 milhões.

De acordo com as forças oficiais, há a suspeita de que, entre a década de 1990 e o ano de 2005, Gad tenha usado três empresas que vendiam esmeraldas como fachada para ocultar exportações ilegais.

Desta forma, o comerciante afegão lavaria dinheiro para o cartel de Cali. Entre as propriedades que foram confiscadas estão escritórios, lotes de terra, apartamentos e estabelecimentos comerciais.

Recentemente, a Organização das Nações Unidas (ONU) chamou a atenção para a presença de afegãos que estariam cultivando coca e ópio na Colômbia.