OMS recebe prêmio Príncipe de Asturias de Cooperação

JB Online

GENEBRA - A Organização Mundial da Saúde (OMS) recebeu uma distinção nesta quarta-feira com o Prêmio Príncipe de Asturias de Cooperação 2009, segundo anunciou a organização.

O júri levou em conta "a capacidade da OMS, como órgão especializado das Nações Unidas, para desempenhar uma função de liderança em assuntos sanitários cruciais, em um contexto mundial em transformação".

Além disso, definiu a organização como "uma das instituições mais respeitadas por seu trabalho de manutenção do direito fundamental de todo ser humano da saúde".

Vinte e seis candidaturas de 12 nacionalidades diferentes tinham se candidatado ao prêmio.

A OMS, com sede em Genebra, é a autoridade diretora e coordenadora da ação sanitária da Organização das Nações Unidas (ONU), líder dos assuntos sanitários mundiais e responsável por estabelecer a agenda das investigações na saúde.

Atualmente, a OMS está integrada por 193 Estados membros e dois associados.

Entre suas maiores realizações, segundo a Fundação Príncipe de Asturias, se destacam a erradicação da varíola, a redução de mais de 99 por cento dos casos de poliomielite; a prevenção e controle de enfermidades infecciosas como a Aids, a tuberculose e a malária; a redução da mortalidade infantil e a identificação, e o controle de surtos epidemiológicos em nível mundial.

A cerimônia de entrega se realizará em Oviedo no próximo outono da região do Hemisfério Norte. Os prêmios são 50 mil euros e uma escultura de Joan Miró.

(Reportagem de Raquel Castillo)