Dirigente de ONG muçulmana nos EUA é condenado a 65 anos de prisão

Agência AFP

DALLAS - O dirigente da que foi a principal ONG muçulmana nos Estados Unidos, a Holy Land Foundation, com sede no Texas (sul), foi condenado nesta quarta-feira a 65 anos de prisão por ter apoiado extremistas palestinos do Hamas, como parte do maior caso de financiamento do terrorismo levado à Justiça, nos Estados Unidos.

Skukri Abu Baker, que presidia a ONG, é irmão de Jamal Issa chefe de operações do Hamas no Iêmen e foi condenado a 65 anos de prisão.

Cinco dirigentes da Holy Land Foundation haviam sido declarados culpados no outono (boreal) passado de financiar o Hamas com 12 milhões de dólares.