OMS: estoque emergencial de vacina contra febre amarela está acabando

Roberta Lopes , Agência Brasil

BRASÍLIA - A Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou nesta terça que o estoque emergencial de vacinas contra febre amarela destinado a populações vulneráveis pode acabar no próximo ano e não há recursos para campanhas de imunização depois disso. A justificativa da organização para este alerta é de que os surtos de febre amarela que surgiram no ano passado reduziram os estoques para uma ação emergencial.

A OMS diz ainda que sem novos fundos para campanhas de vacinação contra a doença milhões de pessoas correm o risco de não serem imunizadas.

O coordenador de Intervenção e Prontidão Epidêmica da OMS, William Perea, disse que as ações de combate à febre amarela estão sofrendo o efeito da crise financeira internacional.

- Se olharmos para 2009 vemos que já temos sérios problemas de financiamento. Apesar de a produção de vacina contra febre amarela ter triplicado desde 2001 o programa está limitado por insuficientes estoques de vacina para 2009 - disse.

Todo ano são registrados 206 mil casos de febre amarela e 52 mil mortes, segundo informações da OMS.

O Ministério da Saúde e o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos), que produz a vacina contra febre amarela no Brasil, foram procurados pela reportagem, mas até a publicação não responderam às solicitações sobre dados relativos ao país.