Papa pede o fim do embargo israelense à Faixa de Gaza

Agência AFP

BELÉM - Cerca de cinco mil pessoas assistem na praça da Manjedoura à missa celebrada pelo papa Bento XVI em Belém, cidade palestina onde nasceu Jesus.

O papa Bento XVI celebrou missa na Praça da Manjedoura, em Belém, e pediu o fim do embargo israelense à Faixa de Gaza, controlada pelo movimento islâmico Hamas. - Peço que o embargo seja levantado em breve - disse o papa às cerca de oito mil pessoas reunidas no local.

- Aos peregrinos atingidos pela guerra, peço que transmitam a seus familiares e às suas comunidades que os guardo em meu coração. Manifesto o meu pesar pelas perdas, pelas dificuldades e pelo sofrimento - acrescentou Bento XVI.

Cerca de 100 moradores de Gaza tiveram permissão do governo de Israel para assistir à missa em Belém.

- Recebam a minha solidariedade pela imensa tarefa de reconstrução que têm que fazer e minhas orações para que o embargo termine - ressaltou o pontífice.

O bloqueio a Gaza começou em junho de 2007, quando o Hamas assumiu o controle da região.

Em sua homilía, Bento XVI convidou os palestinos a 'não ter medo', apesar das situações humanas mais obscuras e desesperadas. - Os palestinos necessitam de estrutura econômica e política, e também de algo mais importante: uma nova infraestrutura espiritual - concluiu o papa.