Casos de gripe no México diminuem;mortes não devem passar de 100

REUTERS

CIDADE DO MÉXICO - O surto de gripe H1N1 no México está infectando menos pessoas e não deve causar mais de 100 mortes no país, disse o ministro da Saúde, José Angel Córdova, nesta quarta-feira.

O ministro disse à Reuters que os hospitais mexicanos estão reportando menos casos da doença, também conhecida como gripe suína, nos últimos dias.

O México já confirmou 60 mortes causadas pelo vírus, que se espalhou pelo mundo, e outras mortes podem ser confirmadas em pessoas internadas em estado grave nos hospitais.

Cerca de 30% dos que morreram pela gripe sofriam de diabete ou complicações causadas pela obesidade, disse ele.

(Reportagem de Mica Rosenberg e Miguel Angel Gutiérrez)