Unicef lembra primeiro ano do terremoto na China

Michelle Alves de Lima, Rádio das Nações Unidas

NOVA YORK - O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, divulgou na segunda-feira, em Pequim, um relatório sobre a assistência prestada à China, um ano após o terremoto que matou milhares de pessoas na província de Sichuan.

O desastre natural, que segundo a ONU alcançou 8 graus na escala Richter, ocorreu numa das regiões mais pobres do país, e deixou 5 milhões de pessoas desalojadas.

Doação

No último ano, o Unicef providenciou US$ 20 milhões, o equivalente a cerca de R$ 41 milhões, para ajudar na reconstrução do país.

Metade da quantia foi usada na saúde, na água e nas intervenções sanitárias.A agência da ONU também atuou na educação, nutrição, suporte psicosocial e proteção às crianças. Portadores de HIV também receberam apoio.

Projetos

A assistência chegou a 29 municípios e distritos, atingindo uma população de 4 milhões de mulheres e 2,5 milhões de crianças.

O Unicef recebeu até agora um total de US$ 37 milhões em doações, e o objetivo é chegar aos US$ 45 milhões para financiar os projetos de médio a longo prazo na região onde ocorreu o terremoto

AagÇencia da ONU informou que continuará a ajudar o país na reconstrução pós-terremoto até o ano de 2011.

*Apresentação: Eduardo Costa, da Rádio ONU em Nova York.