Papa considera Shimon Peres 'um bom amigo'

Agência ANSA

JERUSALÉM - O papa Bento XVI considera o presidente israelense, Shimon Peres, "verdadeiramente um bom amigo e um homem que demonstrou uma verdadeira intenção de paz", afirmou o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi.

Ao comentar o encontro de ontem, quando Bento XVI chegou a Israel, o porta-voz da Santa Sé disse que o papa "ficou muito tocado pelo tratamento amistoso do presidente Peres, manifestado ontem, tanto com seus discursos quanto com sua cordialidade e simpatia".

Ontem, após receber o pontífice no aeroporto internacional de Tel-Aviv, Peres ofereceu ao Pontífice uma cerimônia de recepção em sua residência em Jerusalém. No encontro, durante o qual os dois chegaram a trocar um momento de intimidade ao dividirem as frutas de um mesmo prato, Bento XVI plantou também uma árvore no jardim da casa.

Em seu discurso, o mandatário israelense ressaltou o papel de líderes religiosos nas negociações de paz, dizendo que os representantes espirituais devem ajudar para que os políticos não recorram a medidas que gerem instabilidade.

Já Bento XVI pediu a cristãos, muçulmanos e judeus que convivam em paz, ratificando suas contribuições na busca da presença de Deus, o que "assegura a união dos povos".

Hoje, o papa encerra seu segundo dia em Israel com a celebração de uma missa na Josafat Valley, em Jerusalém.