Israel usa viagem do Papa para promover turismo na Itália

Agência ANSA

JERUSALÉM - O Ministério do Turismo de Israel criou uma campanha para atrair turistas italianos com base na visita que o papa Bento XVI está fazendo à Terra Santa.

Em algumas das principais cidades do país europeu, como Roma, Milão e Nápoles, ônibus e trens já circulam com cartazes nos quais se vê a imagem do pontífice e os dizeres "Siga o caminho do Santo Padre, venha você também a Israel".

O ministro do Turismo de Israel, Stas Misezhnikov, explicou que os principais atrativos oferecidos pelo país são seus locais sagrados.

- Em Israel há sol, praias e belas garotas de biquíni, mas todas estas coisas são encontradas em outros locais a um preço menor. Nós temos uma coisa que os outros não têm: a Terra Santa - enfatizou.

Segundo ele, o objetivo do governo israelense é levar a Jerusalém, dentro de uma década, cerca de 10 milhões de peregrinos. A crise econômica internacional, contudo, pode comprometer o turismo local.

- A recessão também nos afeta, e já causou uma perda de 25% em relação ao ano anterior - lembrou Misezhnikov.

Segundo dados do Ministério do Turismo de Israel, 70% dos dois milhões de cristãos que em 2008 visitaram a Terra Santa eram evangélicos. No mesmo ano, o país recebeu cerca de três milhões de turistas-peregrinos.

O papa Bento XVI chegou ao Oriente Médio na última sexta-feira. Após passar o fim de semana na Jordânia, ele desembarcou ontem em Israel. O Pontífice permanecerá na região até a próxima sexta-feira (15), quando visitará também os territórios palestinos.