Presidentes da Unasul se reunirão em julho no Chile

Agência ANSA

SANTIAGO - O ministro das Relações Exteriores do Chile, Mariano Fernández, informou nesta segunda-feira que os presidentes da União das Nações Sul-Americanas (Unasul) se reunirão nos dias 7 e 8 de julho em Santiago.

De acordo com o chanceler, o encontro servirá para discutir o contexto político e econômico vivido pela região. Além disso, na ocasião a presidente do Chile, Michelle Bachelet, que exerce também a presidência temporária do bloco, transmitirá o cargo a seu colega equatoriano, Rafael Correa.

Por este motivo, Fernández anunciou que viajará ao Equador no próximo dia 19 para se reunir com o chanceler Fander Falconí. Ambos deverão discutir a agenda da cúpula de julho.

Os governantes da Unasul estiveram juntos pela última vez no mês de abril, durante a 5ª Cúpula das Américas, realizada em Trinidad e Tobago. Este encontro contou com a presença do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

Um dos temas pendentes que podem ser abordados pelos líderes do bloco é a escolha de um nome para a sua Secretaria Geral. O favorito para o cargo vinha sendo o ex-presidente argentino Néstor Kirchner, mas sua indicação esbarrou na oposição do Uruguai.

O país critica a atuação de Kirchner na época em que governou a Argentina em relação ao impasse gerado por ambientalistas que há mais de dois anos bloqueiam uma ponte binacional. A medida é um protesto contra a instalação de uma fábrica de pasta de celulose no Rio Uruguai.