Papa chega a Israel e prega a paz entre palestinos e israelenses

Agência AFP

TEL AVIV - O papa Bento XVI chegou nesta segunda-feira a Israel. Em discurso no aeroporto Ben Gurion, de Tel Aviv, ele defendeu a paz entre israelenses e palestinos. - A esperança de homens, mulheres e crianças por um futuro mais seguro e estável depende do êxito de negociações de paz entre israelenses e palestinos - disse o papa.

- Junto com os homens de boa vontade peço que esgotem todos os meios possíveis para encontrar uma solução justa para as enormes dificuldades. Só assim, os dois povos poderão viver em paz em uma pátria própria, dentro de fronteiras seguras e reconhecidas internacionalmente - acrescentou.

Em seu breve discurso, Bento XVI pronunciou 13 vezes a palavraa 'paz'.

O papa também condenou o 'repugnante antissemitismo' que ainda existe em muitos países, classificando essa prática como 'inaceitável'. - Infelizmente, o antissemitismo continua em muitas partes do mundo. Isso é totalmente inaceitável - disse Bento XVI.