Número de casos de gripe suína aumentam mais de 330% em uma semana

JB Online

RIO - Último boletim divulgado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) indica que o número de casos de gripe suína chega a 4.694 em todo o mundo. Isso significa um aumento superior a 330% em relação aos números divulgados há uma semana. No dia 4 de maio, 21 países registravam 1.085 casos da doença. O número de mortes no México chegava a 25. Nesse dia, os casos suspeitos subiram de 15 para 25. Outras 36 pessoas eram monitoradas em 19 estados.

Atualmente, as mortes já são 53.

O México, país onde começou a epidemia, tem 1.626 casos confirmados em laboratório, com 48 mortes. Os Estados Unidos têm 2.532 casos, com três mortes. No Canadá, há 284 casos, com uma morte. A Costa Rica tem oito casos, com uma morte.

Também confirmaram casos, mas sem mortes: Argentina (1), Austrália (1), Áustria (1), Brasil (8), China (1), Hong Kong (1), Colômbia (3), Dinamarca (1), El Salvador (4), França (13), Alemanha (11), Guatemala (1), Irlanda (1), Israel (7), Itália (9), Japão (4), Holanda (3), Nova Zelândia (7), Norway (2), Panamá (15), Polônia (1), Portugal (1), Coreia do Sul (3), Espanha (95), Suécia (2), Suíça (1) e Reino Unido (47).

A China também confirmou nesta segunda-feira o primeiro caso da gripe. A vítima é um estudante de 30 anos que chegou de uma viagem aos Estados Unidos, em um voo da Northwest Airlines com escala em Tóquio. Ele foi internado com febre ao chegar à cidade de Chengdu, no sudoeste do país.

As autoridades tentam localizar os passageiros do voo da Northwest Airlines e os que embarcaram no voo doméstico da Sichuan Airlines que levou o homem até Chengdu.

E no Brasil são oito casos confirmados da doença: três no Rio de Janeiro, um em Porto Alegre, dois em São Paulo, um em Minas Gerais e mais um em Santa Catarina. Apenas os pacientes do Rio permanecem internados.

A mãe do segundo jovem contaminado no Rio, que também está internada no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, na Ilha do Fundão, teve a doença confirmada neste domingo. Além dela, o Ministério da Saúde confirmou outro caso no Brasil.

O filho da dona de casa de 52 anos pegou o vírus de um amigo que veio do México. Os três estão internados em quartos isolados no Hospital do Fundão. Segundo o Ministério da Saúde, os dois rapazes não têm febre e apresentam melhoras.

O outro caso confirmado neste domingo é de uma mulher do Rio Grande do Sul, de 47 anos, que esteve em vários países europeus (Alemanha, República Tcheca, Hungria, Áustria, Itália e Espanha), antes de voltar ao Brasil na semana passada.