Papamóvel será utilizado durante missa em Nazaré

Agência ANSA

AMÃ - O papamóvel - automóvel projetado especialmente para o pontífice - será utilizado durante a missa que Bento XVI celebrará próximo ao Monte do Precipício, em Nazaré, durante sua viagem à Terra Santa, informou o núncio apostólico em Israel, Dom Antonio Franco.

A celebração, programada para o dia 14 e que será realizada no novo anfiteatro de Nazaré, deverá reunir cerca de 40 mil pessoas. Não foi informado, no entanto, se o Pontífice utilizará o veículo aberto ou fechado, nem se será utilizado também em outras ocasiões durante a viagem, que começará nesta sexta-feira.

Há alguns dias, a imprensa local informou que o serviço secreto israelense havia aconselhado que o papamóvel não fosse utilizado por motivos de segurança, devido a riscos de separatistas muçulmanos realizarem protestos ou atacarem o Pontífice durante o percurso de carro.

Em declarações à ANSA, o ministro do Turismo israelense, Stas Misezhnikov, confirmou a orientação do serviço secreto e afirmou que o governo de Israel está empenhado, em estreita colaboração com o Vaticano, para que a viagem apostólica ao Oriente Médio, ocorra de forma segura e tranquila.

O papa iniciará nesta sexta-feira sua viagem apostólica pela Terra Santa (Jordânia, Israel e Territórios Palestinos). A primeira escala será Amã, onde Bento XVI realizará visitas e se reunirá com autoridades locais, além de celebrar uma missa no estádio da capital jordaniana e visitará a mesquita Al-Hussein Bin Talal.

Em Israel, onde chegará no dia 11, Bento XVI se reunirá com o presidente Shimon Peres e outras autoridades, visitará o Memorial do Holocausto Yad Vashem, o Muro das Lamentações e se reunirá com altos líderes do Grã-Rabinato de Israel. Em Belém, o Papa encontrará autoridades palestinas e uma pequena comunidade cristã convidada pela Faixa de Gaza.

O Pontífice retornará a Roma no dia 15, após visitar o Santo Sepulcro e participar de um encontro ecumênico com o Patriarca Greco-Ortodoxo de Jerusalém.