Talibã decapita dois funcionários no Paquistão

REUTERS

ISLAMABAD - Membros do Talibã paquistaneses decapitaram dois funcionários do governo no Vale Swat em vingança pelo assassinato de dois comandantes insurgentes por forças de segurança, afirmou um porta-voz militante neste domingo.

Autoridades acertaram um acordo de paz em fevereiro com o objetivo de acabar com a violência de militantes no antigo vale turístico de Swat, mas os rebeldes têm se recusado a deixar a região em direção a distritos vizinhos.

A agressividade do Talibã no Paquistão levantou preocupações nos Estados Unidos e em Islamabad. Há uma semana, as forças de segurança lançaram uma ofensiva para expulsar militantes de dois distritos vizinhos.

Os dois funcionários do governo foram raptados e decapitados na noite de sábado em Khuwaza Kheil, uma vila 18 quilômetros ao norte da principal cidade do vale Mingora, afirmou o chefe de polícia Danishwar Khan. Seus corpos foram jogados ao lado da rua.