França prende 11 piratas somalis no Oceano Índico

JB Online

PARIS - A França capturou ontem 11 suspeitos de serem piratas somalis, na costa da Somália, após eles terem confundido um navio de guerra francês com uma embarcação comercial e começarem a se preparar para um ataque, informou um porta-voz do Ministério da Defesa.

Piratas somalis pesadamente armados intensificaram os ataques a navios em rotas de navegação do Oceano Índico e do Golfo de Áden. O navio francês capturou os piratas suspeitos, que estavam em três pequenos barcos, a uma distância de mil quilômetros da costa da Somália, no Oceano Índico.

Eles confundiram o Nivose com um navio comercial e correram para atacá-lo afirmou o porta-voz. O Nivose então colocou sua própria embarcação com soldados na água, enviou um helicóptero e interceptou os piratas que estavam nos três barcos.

Os militares também encontraram armas e foguetes nos barcos.

Os piratas estão agora no Nivose acrescentou a fonte. No momento, nós não temos nenhuma indicação de o que as forças da União Europeia querem fazer com esses piratas.

Uma patrulha naval francesa capturou mais piratas nas águas de Seychelles, no sábado. Forças navais dos Estados Unidos, Europa e Ásia foram destacadas para proteger navios comerciais.

Desde janeiro, piratas já sequestraram 30 navios na região, sendo que 18 continuam retidos com quase 300 tripulantes, um terço de filipinos. Uma embarcação com tripulação ucraniana que transportava 35 mil toneladas de soja do Brasil para o Oriente Médio foi atacado na sexta-feira.