OMS informa novos casos confirmados na Europa

Portal Terra

JB ONLINE - A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou hoje que recebeu nas últimas horas a confirmação de mais dois casos de gripe suína na Espanha, assim como no Reino Unido e Alemanha, enquanto foi verificada a infecção de mais uma pessoa na França e de outra em Israel.

O último relatório emitido pelo organismo sanitário mundial indicava que os casos confirmados na Espanha eram 13, por isso agora sobem para 15.

No Reino Unido, os casos também passaram para 15, enquanto, na Alemanha, agora são 6; na França, 2, e, em Israel, 3.

O diretor da divisão da OMS para Alerta e Resposta Global, Michael Ryan, indicou, no entanto, que não existe evidência alguma de que o vírus esteja sendo transmitido de maneira sustentada na Europa.

Discordou com os que consideram que a situação está "saindo de controle", mas disse que "é momento de se preparar e ficar prontos" diante da eventualidade de que a situação piore.

Sobre o rápido aumento de casos confirmados no México, que a OMS estima em 397, o analista explicou que "reflete o resultado de exames realizados com amostras recolhidas previamente".

Ou seja, que não são pessoas que tenham contraído o vírus nas últimas horas ou dias.

Ryan também revelou que a OMS distribuiu 2,4 milhões de tratamentos de antivirais contra a gripe A entre 72 países, mas não os identificou.

Afirmou que a informação detalhada estará disponível para a imprensa nas próximas horas.

No entanto, enfatizou que os países que receberam o antiviral Tamiflu (um dos dois remédios eficazes para controlar a infecção) das reservas regionais da OMS são "os mais pobres e com as maiores necessidades".

Lembrou que várias nações têm reservas de Tamiflu, que adquiriram antes do atual foco de gripe suína.