Vacina contra influenza comum não protege contra gripe suína

JB Online

RIO DE JANEIRO - A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou nesta sexta-eira que a vacina utilizada contra a gripe comum não é efetiva na prevenção à gripe suína.

- No momento, a opinião (dos cientistas) e o consenso são de que essa vacina não oferece proteção (contra a gripe suína) - declarou a diretora da organização para a Pesquisa de Vacinas, Marie-Paule Kieny.

Em entrevista coletiva, a especialista lembrou que a fabricação de vacinas é um processo complexo. Ainda assim, se mostrou confiante na "grande experiência" da indústria farmacêutica na área.

Kieny também disse que a comunidade científica não pode aguardar a declaração oficial de uma pandemia para começar a fabricar vacinas capazes de impedir a transmissão de um vírus.

Por isso, afirmou que, "em poucas semanas", algumas fábricas vão interromper a produção vacinas para a gripe comum e começar a trabalhar numa nova.

No entanto, ela foi clara em dizer que será preciso esperar "de quatro a seis meses" para que as doses saiam das unidades de produção.

Com informações de agências.