Justiça boliviana ordena prisão de ex-governador de La Paz

Agência ANSA

LA PAZ - A Corte Suprema boliviana emitiu uma ordem de prisão contra o ex-governador de La Paz Luis Alberto Valle, acusado de corrupção administrativa e prejuízos econômicos durante sua gestão, entre 1996 e 1998.

Valle, que é genro do ex-presidente Hugo Banzer Suárez (que governou o país por dois períodos -- 1971-1978; 1997-2001), é acusado de ter desviado cerca de US$ 17 milhões do governo de La Paz.

O caso ganhou notoriedade como um dos maiores escândalos de corrupção que afetaram o segundo governo de Banzer Suárez, mas, após dez anos, o julgamento continuava parado, o que fez com que a justiça solicitasse informações sobre o estado de saúde do ex-governador, visto que sua defesa alegava que ele não estava em condições de comparecer às audiências.

Valle é acusado de falsidade ideológica, prejuízo econômico e falsificação. Entre os crimes estariam a venda de imóveis e veículos pertencentes ao governo de La Paz a preços abaixo do mercado e a contratação de créditos a juros elevados.

A ordem de prisão foi expedida após as argumentações dos advogados de Valle serem consideradas insuficientes. A defesa afirmou que o réu havia sofrido traumatismos múltiplos ao cair de uma escada, que o impediam de se mover, mas o boletim médico apresentado relatava contusões leves, segundo o procurador-geral da República, Mario Uribe.