Jovens lançam bombas molotov em aniversário do golpe argentino

Agência ANSA

BUENOS AIRES - Um grupo de jovens encapuzados lançou bombas molotov contra um edifício do Exército argentino na última terça-feira, data do 33º aniversário do golpe de Estado de 1976, que derrubou o governo de Maria Estela Isabel Martínez de Perón (Isabelita).

O prédio atacado, pertencente à 6ª Brigada do Exército, localiza-se em Neuquén, sul do país, e era um dos locais onde familiares, durante a ditadura, buscavam seus parentes após sequestros. Segundo informou o general Victorio Paoli, o grupo lançou "artefatos de todo tipo", incluindo bombas molotov.

As bombas ocasionaram um incêndio na entrada do prédio e a polícia tentou dispersar os jovens disparando balas de borracha.

O 33º aniversário do golpe de Estado foi relembrado, como habitualmente, em todo o país. Segundo organismos de direitos humanos, 30 mil pessoas ainda estão desaparecidas devido ao governo da época.