Número de pedidos de asilo volta a aumentar no mundo

Agência AFP

LONDRES - O número de pedidos de asilo aumentou em 2008 pelo segundo ano consecutivo, com mais de 380 mil novas petições apresentadas, motivadas principalmente pelo conflitos no Afeganistão e na Somália, informa o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur). - No total, 383 mil novos pedidos de asilo foram apresentados ano passado em 51 países desenvolvidos, ou seja, um aumento de 12% em relação ao ano de 2007 - afirma o Acnur em um comunicado, que explica também que os números confirmam uma tendência de alta registrada há dois anos.

- O aumento pode ser atribuído em parte a um maior número de pedidos de asilo apresentados por cidadãos afegãos, somalis e de outros países onde acontecem conflitos e distúrbios - explica o Acnur no documento, que detalha os resultados preliminares de um estudo.

O Iraque foi em 2008 o primeiro país de origem dos demandantes de asilo (40.500 pessoas), apesar de uma redução de 10% na comparação com 2007. Loge depois aparecem Somália (21.800), Rússia (20.500), Afeganistão (18.500) e China (17.400).

O principal destino continua sendo os Estados Unidos (13% entre dos países desenvolvidos), seguido por Canadá, França, Itália e Reino Unido.