Rodovia interoceânica será concluída em 2010, diz chanceler boliviano

Agência AFP

LA PAZ - A rodovia interoceânica de 4.700 km, que ligará os portos de Santos (Brasil), no Atlântico, aos de Arica e Iquique (Chile), no Pacífico, e que atravessará o território da Bolívia, ficará pronta em 2010, afirmou o chanceler boliviano, David Choquehuanca. - De acordo com a informação que temos, o corredor interoceânico entrará em operação em janeiro de 2010 - afirmou o ministro das Relações Exteriores, citado nesta segunda-feira pelo jornal La Prensa, ao avaliar o processo de integração viária promovido pelos governos de La Paz, Santiago e Brasília.

Choquehuanca afirmou que existe uma comissão com representantes dos três países que trabalhará até dezembro para que o tráfego na rodovia seja totalmente liberado, pois na Bolívia ainda resta pavimentar os vãos, em particular no leste do país, no departamento de Santa Cruz.

A rodovia tem no total 4.700 km: 1.609 km na Bolívia, 2.225 km no Brasil e o restante no Chile. No momento, 75% do trecho no setor boliviano está asfaltado e resta 25% de pavimentação ou reparação, embora isso não impeça a circulação de passageiros e de cargas.

A execução das obras foi garantida por La Paz em uma reunião na capital boliviana em dezembro de 2007, entre os presidentes Evo Morales (Bolívia), Luiz Inácio Lula da Silva (Brasil) e Michelle Bachelet (Chile), para unir por via terrestre os oceanos Pacífico e Atlântico.