Presidente do Peru pede 'contribuição tecnológica' da Itália

Agência ANSA

LIMA - O presidente peruano, Alan García, disse nesta segunda-feira que o seu país precisa da "contribuição tecnológica" italiana para desenvolver setores produtivos como a pesca, a tecnologia têxtil, a petroquímica e a indústria naval.

Em meio à abertura do I Fórum de Cooperação Peru-Itália, o mandatário peruano fez um apelo aos empresários italianos para que realizem investimentos no país andino.

- Precisamos da contribuição tecnológica de um país desenvolvido cientificamente como a Itália - declarou García na cerimônia de inauguração do Fórum.

O evento contou com a presença de uma delegação italiana chefiada pelo vice-chanceler Vincenzo Scotti e pelo presidente da comissão de Relações Exteriores do Senado italiano, Lamberto Dini.

- Nossa colônia italiana é rica, presente, democrática, nossa colônia italiana está sempre presente na defesa marítima do Peru e na defesa aérea do Peru - disse García, lembrando que centenas de descendentes de italianos são integrantes da Marinha e da Força Aérea do Peru.

No Fórum, que se encerra nesta terça-feira, vão participar dezenas de empresários, assim como membros do mundo cultural e acadêmico italiano.