Grupo protesta contra declarações de Bento XVI no Vaticano

Portal Terra

VATICANO - Cerca de 50 pessoas protestaram, nesta segunda-feira, no Vaticano, contra as declarações do papa Bento XVI. Ele condenou, durante visita a Camarões e Angola, o uso de preservativos para impedir o avanço da AIDS no continente africano. As informações são do Telegraph.

- As palavras extremamente sérias e irresponsáveis de Bento XVI estão ainda mais longe da realidade quando nós consideramos que o uso de preservativos é cientificamente reconhecido como o método principal de prevenção ao vírus HIV - disse um ativista dos direitos gays.

As declarações de Bento XVI, feitas no início da viagem ao continente africano, causou forte repercussão em diversos países. A afirmação foi condenada por ministros da França, Alemanha, Espanha, Bélgica, Luxemburgo e pela União Européia.