Presidente de Madagascar confirma renúncia

Agência AFP

ANTANANARIVO - O presidente de Madagascar, Marc Ravalomanana, confirmou nesta terça-feira a renúncia e a transferência de suas funções, assim como as de primeiro-ministro, a uma junta militar. - O presidente da República decidiu conceder plenos poderes a uma junta militar - afirma um comunicado assinado por Ravalomanana.

O texto acrescenta que a junta "é dirigida pelo militar de maior patente" das Forças Armadas. - A junta militar acumula as funções do presidente da República e as do primeiro-ministro que lhes corresponde pela Constituição - completa o texto.