Novo governo de El Salvador diz que irá restabelecer relações com Cuba

Agência ANSA

HAVANA - O presidente eleito de El Salvador, Mauricio Funes, da Frente Farabundo Martí para a Libertação Nacional (FMLN), irá restabelecer as relações diplomáticas do país com Cuba, afirmou nesta terça-feira o representante do partido em Havana, Alfredo Elías.

- Para nós, o povo cubano é um irmão de sangue. Portanto, a primeira coisa que faremos será restabelecer nossas relações diplomáticas - disse Elías, em declarações citadas pela televisão da ilha.

O representante da FMLN agradeceu ao povo cubano, que segundo ele abriu seus hospitais e universidades aos salvadorenhos, curou feridos de guerra e ofereceu tratamentos de visão por meio da Missão Milagre, projeto social que oferece cirurgias oculares gratuitas a populações de baixos recursos.

As relações diplomáticas entre El Salvador e Cuba estavam suspensas desde 1959.

A FMLN, que chega ao poder após duas décadas de governo da Aliança Republicana Nacionalista (Arena), de orientação conservadora, tem origem em uma guerrilha de esquerda que atuou na guerra civil vivida por El Salvador durante 12 anos, entre 1980 e 1992.

Seu candidato, o jornalista Mauricio Funes, foi eleito com 51,3% dos votos e toma posse em junho.