Paquistão: ex-presidente de tribunal volta

Jornal do Brasil

PAQUISTÃO - O governo do Paquistão concordou nesta segunda-feira em reconduzir Iftikhar Muhammad Chaudhry ao cargo de presidente do Supremo Tribunal, concessão impressionante ao líder da oposição Nawaz Sharif, que ia à capital em um comboio ameaçando fazer um protesto sobre a questão depois de escapar da prisão domiciliar.

A concessão, divulgada em rede nacional pelo primeiro-ministro Yousaf Raza Gilani, veio depois de um fim de semana tumultuado para a política paquistanesa em que uma disputa entre o presidente do país Asif Ali Zardari e Sharif virou uma crise que desestabilizava o Paquistão, detentor de arma nuclear, já sob pressão de insurgência islâmica e problemas econômicos graves.

A decisão foi tomada depois de telefonemas tanto para Zardari quanto para Sharif, incluindo um da secretária de Estado americana, Hillary Clinton, pedindo a eles para minimizarem suas diferenças. O enviado especial do governo Obama ao Paquistão, Richard C. Holbrooke, disse que os EUA aplaudiram o ato digno de Zardari e esperam que isso ajude a neutralizar um confronto perigoso .

Chaudhry deve assumir o cargo no Supremo em 21 de março, um dia depois de o nomeado pelo ex-presidente Musharraf e apoiado por Zardari se aposentar.