Atentado suicida mata 15 e deixa um ministro ferido no Sri Lanka

Agência AFP

COLOMBO - Quinze pessoas morreram e 20 ficaram feridas em um atentado suicida perto da cidade de Matara, no sul do Sri Lanka. Entre os feridos, está o ministro de Projetos Especiais, Mahinda Wijesekara.

O atentado ocorreu nas proximidades da mesquita de Jumma. O suicida, que estava em uma bicicleta, se aproximou de uma multidão que celebrava o nascimento do profeta Maomé e detonou a carga de explosivos.

O Ministério da Defesa atribuiu o ataque à guerrilha dos Tigres de Libertação do Tâmil Eelam (LTTE).